domingo, 2 de junho de 2013

Ruca: "Um por Todos e Todos por Um"

Demorámos tanto tempo a escrever, a expressar por palavras o que não tem explicação…

Demorámos tanto tempo a acreditar…

Demorámos tanto tempo a digerir o que nos disseram mas, mesmo com os olhos vermelhos e marejados de lágrimas que teimam em cair, sabemos que nunca te podemos esquecer!


A Amizade é indescritível, só possível entre irmãos. 


Aprendemos a ser: os maninhos!

Aprendemos a respeitar cada um que atravessava o caminho para o desconhecido porque já lá tínhamos estado e, também graças a ti, que foste um dos grandes fundadores deste NOSSO grupo, saímos do “buraco” onde nos tinham posto quando ouvimos “o que tem é esclerose múltipla”.

Sim, porque se não fosse aquela conversa com o Xana - aquela conversa no MS Gateway, aquela onde comentaram que as pessoas estavam a deixar os contactos e precisavam de as juntar – se não fosse essa conversa, não haveria Gang da EM!

E depois juntaste todos os emails no MSN Messenger, uma novidade, naquela altura, em Novembro de 2004 (há que tempos!). 
Estavas sempre à procura da nova versão porque era essa que dava mais qualidade e simplicidade às nossas conversas. E às vezes eras um bocadinho chatinho, mas depois a “coisa” funcionava e lá nos armávamos em miúdos com os novos ícones, a mandar bolas de água aos ecrãs uns dos outros, por exemplo.

Tinhas sempre pessoas novas para “juntar”, como dizias, mas esses só eram novos durante a apresentação da praxe porque, depois… ah, depois eram como TODOS e, esses, estavam lá por UM que fosse!

Mas antes de os juntares na confusão da janela do MSN onde todos se reuniam, antes de os “lançares às feras” em conversas com 10 a 20 pessoas aos mesmo tempo, conversavas com eles primeiro. 

Só assim se seguiam as palavras mágicas:

“vou juntar-te”

“podes falar”
       (…)

Eram estas as palavras mais ouvidas num discurso muito curto, próprio de um observador e moderador de conversas.

O Respeito e interesse que tiveste por cada uma das pessoas que quem falaste, faz parte do legado que nos deixaste.

Quantas mais pessoas escrevessem numa janela de conversação, melhor!

Adoravas confusão, não era, maninho? Adoravas aquelas conversas, cada um a dizer “olá, eu sou a/o … e tenho EM há …”. A dada altura já parecíamos os Alcoólicos Anónimos, mas ninguém se interessava!

O que interessava mesmo era chegar a casa depois de um dia intenso de trabalho, pousar a mala, as chaves ou a carteira e ligar o computador para falar com aqueles amigos que depois passaram muito depressa a ser OS Amigos! Sim, porque eram eles que se entendiam, que sabiam exatamente o mesmo. Por isso nos entendíamos, por isso nos respeitávamos, por isso conversávamos… todas as noites por vezes até quase ao nascer do sol.

As conversas…  Oh meu Deus, as conversas… 

As nossas conversas sobre EM… 
Mas qual EM? Quem é essa? 
Essa “senhora” foi só o pretexto porque os verdadeiros Amigos logo encontram novos temas com que se entreter…

Lembras-te das festas que fazíamos todas as noites?

E das bebedeiras virtuais, lembras-te? Era um regalo olhar para aquele ecrã de computador, qual bajolo antiguíssimo próprio, nesta altura, para ser transformado em cama para gato, por exemplo…
Era só ver jarrinhos de cerveja a tilintar no ecrã…

E os números para o Totoloto, que nunca nos saiu?

Por entre risos e gargalhadas de fazer doer a barriga, havia os momentos mais tristes, aqueles que faziam com que um de nós tivesse de tomar a “megadose”.
Megadose… Que palavra tão estranha… Pois, tinhas de ser tu a inventá-la, não é? Piadinha…

E tu, Ruca, como estás? – perguntávamos nós

Durante quase 10 anos, a resposta foi sempre a mesma:

“Bom”
“Tudo bem”
“Tudo passa”

Nem deitado nas camas dos hospitais (nos “hotéis”, como lhes chamavas) nem agora, quando estavas quentinho na cama nova do teu quarto, tu te queixavas. A resposta foi sempre a mesma e a expressão no rosto também: sorrias e dizias “está tudo bem”.

Não estava “tudo bem” no Dia Mundial da EM, em 2010, mas arranjaste uma equipa para trabalhar contigo, envolveste pais, irmã, cunhado, filho, amigos, e fizeste o impensável: ergueste o Move-te pela Esclerose Múltipla em Leiria!

E voltaste a fazê-lo no ano seguinte!!


Deixaste-nos um legado impossível de retirar do nosso ser, de cada um de nós!

Deixaste-nos uma lição de Vida, Ruca!

Somos o carácter que tínhamos, acompanhado por uma missão presente e que tu tanto querias e te orgulhavas; a sensibilização para a doença.

Somos o que nos ensinaste sem saber: somos Um!

Somos, por tudo isto, o que sempre disseste: Um por Todos e Todos por Um!!


14 comentários:

Anónimo disse...

Estou sem palavras...bonita mensagem o Ruca merecia
Maria João Apolinario

Claudia Silva disse...

Estou triste mas sei que ele foi mais que vencedor!Linda homenagem!

Anónimo disse...

Inês: Achas que não chorei o suficiente hoje?
O que escreveste foi mesmo assim... o Gang (os amigos) já se reunião como sabes (oh se sabes) antes da data oficial de fundação do Gang... e era sempre a "sala cheia" e só tu para te lembrares das "cervejas" virtuais! Lindo o que escreveste!
Nuno Gonçalo

Anónimo disse...

Não conheci o Ruca mas pelo texto nota.se que se tratava de um lutador, no qual fazia da adversividade a sua força para viver..:) Pessoas assim tornam o mundo melhor, dão força a quem por vezes vai abaixo..enfim pessoas destas não deviam morrer!! mas deixastes teu legado que será seguido por quem te conheceu. Rest in Peace "my friend" ;)

Claudia Fernandes disse...

Arrepio do inicio ao fim.
E tristeza.. mesmo sem conhecer.
E respeito. Muito respeito.
Obrigada pela homenagem.

Claudia Fernandes.

marlei ciola disse...

GOSTAR DO RUI FOI A COISA MAIS FÁCIL DO MUNDO...UMA PESSOA DO BEM NUM CORPO FRÁGIL . MUITAS VEZES PERGUNTEI SE ELE ESTAVA BEM, SEMPRE DISSE QUE SIM E QUANDO NÃO ESTAVA ME DIZIA QUE TUDO PASSA E QUE TEM COISAS QUE PRECISAMOS PASSAR EM NOSSAS VIDAS. TINHA UMA VISÃO DE MUNDO INCRÍVEL, UM PODER DE SABEDORIA NAS PALAVRAS QUE PROFERIA. ERA AMIGO, IRMÃO E MESMO COM TODOS OS SEU PROBLEMAS ACHAVA UMA PALAVRA DE CONFORTO QUANDO ME SENTIA TRISTE, SEMPRE ME DIZIA: CONFIA !!! ESTA PALAVRA JAMAIS SAIRÁ DA MINHA MEMÓRIA, E ELE ESTAVA CERTO... UMA SEMANA ATRÁS PERGUNTEI SE ELE ESTAVA BEM E ELE DISSE QUE SIM, NÃO SE LAMENTOU JAMAIS, NUNCA!!!! NA ÚLTIMA VEZ QUE SE FALAMOS AINDA ACHOU UM JEITO DE ME DAR UM CONSELHO, E ESTE CHEIO DE PROPRIEDADE POIS ELE SABIA COMO NINGUÉM LER A ALMA HUMANA. VAI COM DEUS MEU ANJO E AMIGO CHAMADO RUI OU RUCA PARA TANTOS... TENHO ORGULHO EM TER SIDO SUA AMIGA, MAIS QUE ISTO TUA FÃ..APRENDI MUITOOOO
COM VC MEU QUERIDO RUCA!! OBRIGADO POR VC TER ENTRADO NA MINHA VIDA NEM QUE DE FORMA VIRTUAL,MAS ONDER QUER QUE ESTEJA SABES QUE JAMAIS SAIRÁ DA MINHA LEMBRANÇA E DO MEU CORAÇAO...
COM TODA ADMIRAÇAO E RESPEITO SUA AMIGA MARLEI CIOLA

Ana Maria Ferreira disse...

Caros amigos
Como me sinto privilegiada por fazer parte do círculo de amigos do Ruca !... Só quem privou com ele é que sabe a grande alma e a grande força que ele tinha. Quando entrei para o grupo dele e dos amigos tive realmente a noção que já não estava sózinha, até porque como todos que o conheceram o dizem ele personificava o optimismo, mesmo nas piores circunstâncias. Ele era superior às suas circunstâncias de vida e por isso quem o conheceu não o esquece. Ruca continua a dar-me força para continuar a acreditar na vida, mesmo que fisicamente longe de nós...
Ana Maria

Nuno Gandola Gandola disse...

Linda homenagem a um homem com H que nunca se deixou ir abaixo, que era capaz de pensar primeiro em tds nos no que ele proprio. Amigo Ruca onde quer que estejas o meu muito obrigado. Principalmente por acreditar que é possível vencer esta guerra. A tua obra sera de certeza continuada. RIP MY FRIEND

Maria João Vale disse...

O texto é de uma beleza enorme, está lá tudo o que é verdadeiramente sentido! O "Gang e o Ruca", nunca serão esquecidos.Maria João Vale

Sónia - Viana do Castelo disse...

Porra para esta vida... Primeiro foi o Julio agora o Ruca.... só hoje vi mas nem quero acreditar, foram os meus primeiros amigos com EM.....

Anónimo disse...

Nao tenho mais palavras para exprimir aquilo q sinto...NAO esquecerei nunca o meu AMIGO, IRMAO, COMPANHEIRO, RUCA!!! Ja perdi a conta aos anos que o conheci, estou velhota, cansada, triste, foi-se metade de mim, da minha coragem. Ele era TUDO, amor, amizade, carinho, força, determinaçao, coragem, VIDA. Lembro de abrir uma segunda janela e dizer: -Ruquinha quero falar contigo e n consigo, diz-me como estas? Aquela cara malandra ria e dizia: -Tou bem Ju e tu? Adorava confundir-nos com tanta gente ao mm tempo... Se ligasse o pc e o Ruca nao estivesse, entrava em panico, ligava pra todos os numeros q tinha pra saber dele, era sinal q estava doente, mas segundo ele, nunca estava, só um pouquinho cansado e a descansar um pouco... INCRIVEL, UM SER DO OUTRO MUNDO!!! Apesar da distancia que nos separava, vais fazer-me falta RUCA! Hoje só me arrependo de nao ter estado mais vezes contigo.JAMAIS esquecerei de ti, obrigado por fazeres parte da minha vida. OBRIGADO!!!
JU CASTRO

Anónimo disse...

SEm palavras...

O nosso maninho Ruca jamais será esquecido!
Obrigada por tudo o que foste e nos deste!

Isabel Oliveira (Bela de Arouca)

Anónimo disse...

Obrigado Ruca, por ter tido a honra e o prazer de seres meu AMIGO. Obrigado pela lição de vida que nos deste, pela tua força e pela tua alegria de viver sempre com uma palavra de animo para com quem precisava, mesmo que tu estivesses pior que esse alguém. O brigado por teres conseguido unir um grupo tão grande de pessoas e de os fazer esquecer que a EM não é o fim da vida, que há muito mais para além da EM. uma amizade verdadeira como a tua superam todas as adversidades. És a prova de que não há necessidade de haver divergências, pois todos lutam por uma vida melhor apesar da "prima" que carregam no corpo (prima é o alcunha que a minha Querida Esposa carinhosamente deu à EM. Ruca! OBRIGADO POR TUDO! De onde quer que estejas e eu sei que continuas a olhar por todos nós, portadores, cuidadores e amigos, continua a nos guiar por este caminho que por vezes tem umas curvas apertadas que se custam a contornar, mas com tu dizias "está tudo bem, tudo passa". Até logo Amigo!!!! João Velhas

Anónimo disse...

O Ruca era o meu "primo do coração": tenho maninhos e maninhas, comadres...mas ele era o meu primo, porque sou alentejana e a mãe dele também é, logo ele tb tinha uma costela... e assim ficámos primos!Ele foi a primeira pessoa com EM que conheci aqui...primeiro através do Gateway depois fiz parte do grupo das" bebedeiras virtuais" até altas horas da noite...e assim vos conheci e muitas outras pessoas com EM...Continuámos sempre em contacto, umas vezes por telefone outras pelo msn...O Ruca passou tb a ser amigo virtual dos meus amigos...da minha família (marido e filhos) ...Era da nossa família! Antes de me tratar por" prima" chamava-me "chaparrita"...Lembro-me também que quando falou pela primeira vez com a minha filha no msn, achou graça ao sotaque alentejano e chamou-lhe "chaparrita"! Ela não gostou nada, mas eu lá a convenci que era uma maneira carinhosa de a tratar e que a mim tb me tratava assim... ela, então com 11 anos, lá entendeu e acabou por aceitar...Agora o Ruca já partiu...estou triste e sinto um vazio muito grande quando penso que nunca mais vou falar com ele... Já chorei muito, por ele e pelo Julio Cesar Rodrigues,(outra das nossas "estrelinhas inesquecíveis"!) mas estranhamente, nos ultimos dias, quando penso neles, sinto uma paz interior, uma "calma" que eu interpreto como um sinal de que ambos estão juntos do outro lado do arco-íris onde já não há sofrimento... e acredito que é assim!!! Que ambos descansem em paz!
Mila Anjos