quarta-feira, 26 de maio de 2010

Ministra da Saúde Ana Jorge apoia Move-te pela Esclerose Múltipla 2010

Os grupos de doentes e as associações são importantes muito para que possam partilhar, não só as dificuldades, mas também a forma como cada um foi capaz de ultrapassar essas mesmas dificuldades e como aprendeu a viver com a doença.

Tratando-se de uma doença crónica, o doente pode durar muitos anos, por isso há que manter uma actividade normal, o mais tempo possível.

A sociedade civil tem de ser sensibilizada assim como os próprios locais de emprego para as dificuldades que os portadores desta doença têm.

A comunidade científica, de certa forma, tem de ser pressionada para tentar encontrar mais soluções para quem tem esta doença.

Nesta altura a esclerose múltipla não tem um tratamento curativo, no sentido de fazer desaparecer a doença, mas tem outras formas terapeuticas de minorar os efeitos.

Obviamente que tudo o que todos nós gostaríamos é que houvesse uma cura que, neste momento, não existe.”

Ana Jorge,

Ministra da Saúde

1 comentário:

Sóni disse...

"(...) por isso há que manter uma actividade normal, o mais tempo possível.

A sociedade civil tem de ser sensibilizada assim como os próprios locais de emprego para as dificuldades que os portadores desta doença têm."

Este grupo é uma fonte de força e de esperança.